Livraria

Mutaciones del sujeto contemporáneo na livraria de nosso VIII Enapol

Mutaciones del sujeto contemporáneoAA.VV
(Colección Orientación Lacaniana, Grama, Buenos Aires, 2016)

O título é uma afirmação, assistimos a mutações na subjetividade. Os trabalhos que compõem o livro estão agrupados em três seções:

"Cicatrizes do pai" reúne uma conferência de E. Laurent, em seguida aos atentados em Paris e um intervenção de M. Bassols que inclui a epidemia de violência de gênero e a singularidade do trauma de sujeitos afetados pelo atentado de Atocha.

Sob o título "Uma ordem de ferro" encontramos trabalhos de L. Gorostiza, S. Ons, M. Barros, P. Vallejo e uma entrevista ao sacerdote, poeta e ensaísta H. Mujica. Seu núcleo gira em torno da preeminência do discurso capitalista com seu mandato de gozo que prioriza as satisfações dos corpos em detrimento do registro simbólico.

Na seção "Entornos do vazio", G. Musachi, J. Assef, J. L. Tuñón e G. Cottino fazem um percurso pela literatura, pela arquitetura e pela arte buscando aportes para desentranhar a subjetividade da época. Integra a seção una entrevista à escritora S, Schwelbin.

Diana Dukeslky